Quem foi São Valentim?

Updated: Jun 24, 2019

Na Europa e Estados Unidos, o Dia de São Valentim é comemorado dia 14 de fevereiro como se fosse o Dia dos Namorados, porém no Brasil esta data é celebrada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo Antônio.


Origem do dia de São Valentim


A Igreja Católica decretou o Dia de São Valentim como Dia dos Namorados ainda durante o século X, com o intuito de incentivar os casais que pretendiam seguir com o matrimônio como uma forma "legítima" de constituir uma família.


A intenção da Igreja era substituir o tradicional festival romano Lupercalia - que consistia na veneração da deusa da fertilidade e marcava o início da Primavera - pelo Dia de São Valentim, visto que o culto aos outros deuses foi proibido pela Igreja em meados do século V. Assim, aos poucos, os povos da Europa começaram a substituir a celebração profana pelo Dia dos Namorados.


No entanto, no final do século XVIII a Igreja Católica retirou o Dia de São Valentim do calendário religioso, visto que não existiam provas históricas concretas da existência de São Valentim. Mas, a data permaneceu como uma celebração popular.


Existem pelo menos duas histórias diferentes do Santo Valentino, e não se sabe bem ao certo qual das duas foi a que deu origem ao dia dos namorados, mas de qualquer forma as duas são cheias de romantismo!


Primeira versão: Reza a lenda que, na Idade Média, existia um bispo em Roma chamado Valentim que lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que naquela época havia proibido o casamento durante as guerras, pois acreditava que os solteiros eram melhores combatentes.


No entanto, Valentim acho um absurdo tal decreto proibindo o casamento e decidiu entrar com uma ação e, enquanto isso, continuou celebrando casamentos – desafiando completamente as ordens do imperador. Mas como todo bom mártir, Valentim acabou sendo descoberto, preso e condenado à morte no dia 14 de Fevereiro de 269 D.C.


Na prisão, enquanto aguardava o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro – que levava refeições diariamente para os prisioneiros - e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como From your Valentine” em português “De seu Valentine”.



Segunda versão: Valentine era um homem comum mas muito corajoso e de muita fé - ele ajudava os cristãos capturados a fugirem das penosas prisões romanas. Mas infelizmente um dia ele foi pego e lançado nos cárceres gelados da antiga Roma, e enquanto esperava seu julgamento, uma surpresa mais do que inesperada aconteceu: A filha cega de seu carcereiro o visitava diariamente e ele se apaixonou perdidamente por ela, e dizem que por conta desse amor e sua fé a cegueira da menina foi curada. Antes de ser morto ele enviou uma carta de despedida assinada “From your Valentine” em português “De seu Valentine”.


Seja qual for a história da origem de São Valentim as tradições são comemoradas em vários países com algumas adaptações: em alguns lugares existem trocas de presentes, em outros a troca de cartões e poemas, mas no geral o contexto é sempre o mesmo: é o dia em que se comemora o dia dos namorados.



Mas porque no Brasil o dia dos namorados é no dia 12 de Junho?

Desde 1948, o país celebra essa data romântica em 12 de junho. Ela coincide com a véspera do Dia de Santo Antônio, conhecido como santo casamenteiro, mas o motivo para isso tem pouco a ver com o significado religioso - foi exclusivamente comercial.


A ideia de estabelecer uma comemoração de "Dia dos Namorados" veio do publicitário João Doria. ele foi contratado pela loja Exposição Clipper com o objetivo de melhorar o resultado das vendas em junho, que sempre eram muito fracas.


Isso porque, até então, o mês de junho era um mês de mercado pouco aquecido, considerado o mais fraco para o comércio. Assim, João Dória, ligado à agência Standard Propaganda, lançou, a pedido da extinta loja Clipper, uma campanha para melhorar as vendas de junho. A campanha, com o apoio da Confederação do Comércio de São Paulo, consistiu na mudança do dia de São Valentim para o dia 12 de junho com o slogan: 'não é só de beijos que vive o amor'. A campanha publicitária fez com que as vendas subissem consideravelmente. A data foi criada pelo comércio paulista e depois assumida por todo o comércio brasileiro para reproduzir o mesmo efeito que o dia de São Valentim tem no Hemisfério Norte e, é claro, incentivar a troca de presentes entre os namorados.


Atualmente, o "Dia dos Namorados" já é a terceira melhor data para o comércio no país - atrás apenas do Natal e do Dia das Mães. A média do faturamento do dia romântico já chega perto de R$ 1,5 bilhão.



217 views

tatiana@b4marry.com.br

11. 93000-1678

Todos os Direitos Reservados © 2018

Desenvolvido por Bloomin Mkt & Co.

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon

TSJ Realização de Eventos Eireli

CNPJ: 28.645.367/0001-81

Rua Mateus Grou, 314 / 122 - Pinheiros - São Paulo (SP)